Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Novembro, 2018

“Dia Mundial de Luta Contra a SIDA”
Com o objetivo de promover o debate sobre sexualidade e doenças sexualmente transmissíveis, a equipa (PES), no âmbito do Plano de Educação para a Saúde, dinamizou, como já vem sendo habitual, a atividade: Comemoração do dia Mundial da Luta Contra a SIDA. Estas sessões de sensibilização foram dinamizadas, em sala de aula, pelo Sr. Enfermeiro Humberto Domingues da Unidade de Cuidados Continuados de Viana do Castelo.
Esta atividade envolveu cerca de 110 alunos do 9º ano de escolaridade da Escola EB2,3 de Frei Bartolomeu dos Mártires do Agrupamento de Escolas de Santa Maria Maior. O projeto apresenta como principais impactos um reforço da informação sobre VIH/Sida e a adoção de comportamento e atitudes informadas e conscientes.
Durante os dias 29 e 30 de novembro procuramos, através de atividades relacionados com comportamentos sexuais responsáveis, consciencializar os alunos para a problemática do VIH/SIDA, para a importância da não discriminação e do respeito pelas pessoas que vivem com VIH e, ainda, para a necessidade de adotar comportamentos saudáveis que se traduzirão em ganhos na saúde e bem-estar na sociedade futura.
Os alunos regiram, mais uma vez, muito bem à presença do Sr. Enfermeiro Humberto Domingues, contribuindo de forma muito positiva para o sucesso desta atividade. Este informou que houve uma interação e participação extraordinária dos discentes na abordagem das questões da Sexualidade, SIDA, e Infeções Sexualmente Transmissíveis (IST’s/DST´s). A escola é um veículo de informação e comunicação, tendo um papel fundamental nessa divulgação. Esse reforço da escola é importante.

 

“Conhece o teu estado”
O tema que dá corpo às comemorações deste ano “Conhece o teu estado” vem ao encontro de um persistente problema na luta contra o vírus que se prende com deteção tardia da infeção por VIH, na medida em que mais de metade dos casos são diagnosticados tardiamente. Entre 1983 e 2017 morreram 14500 pessoas por VIH/Sida e no ano de 2017 foram notificados 1030 novos casos. O diagnóstico tardio da infeção tem contribuído para a manutenção das cadeias de transmissão, segundo alerta a Direção Geral de Saúde e o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA).
No caso do diagnóstico, este deve ser feito o mais precocemente possível, não só para garantir uma intervenção clínica mais eficaz, assim como para reduzir o risco de contaminar outros indivíduos. O diagnóstico pode ser feito por prescrição de um médico de família, médico assistente, no contexto do programa Teste Rápido, ou optar-se por se realizar num Centro de Aconselhamento e Deteção Precoce do VIH/SIDA (CAD).
Atualmente está disponível em todas as unidades de saúde, e em breve estará também nas farmácias comunitárias, um teste que em poucos minutos permite que qualquer pessoa tenha conhecimento do seu estado serológico face ao VIH. A realização deste teste, permite diminuir n.º de diagnósticos tardios, o n.º de casos de doença e consequentemente o n.º de mortes.

Curiosidade

O LAÇO VERMELHO
O laço vermelho, que vês sempre associado quando se fala de SIDA, representa o sangue e está também ligado à paixão. Foi criado em 1991, por um grupo de artistas norte-americanos que queriam homenagear os colegas que tinham morrido por causa da SIDA. Desde então o laço tornou-se no símbolo da luta contra a doença.

 

Lourenço Ortigão

 

 

 

Anúncios

Read Full Post »

No sentido de promover competências sociais adequadas e de uma cultura de responsabilidade social partilhada e ainda sensibilizar a para a adoção de comportamentos que promovam o bem – estar dos jovens e comportamentos preventivos,têm sido dinamizadas sessões sobre prevenção da violência no namoro, em contexto de sala de aula, em todas as turmas do 8ºano, no âmbito da saúde escolar em parceria com o GAF. Estas sessões dinamizadas pelas psicólogas Lúcia e Ândrea são dirigidas aos jovens e à violência nas relações de namoro, enquanto estratégia de prevenção da violência doméstica.

 

Constatou-se que a violência está presente nas relações de namoro dos jovens sob as suas variadas formas, e as estratégias de resolução de conflitos positivas não são idealmente utilizadas. A intervenção sobre o tema tem sido considerada muito positiva pelos jovens.

Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não Discriminação 2018-2030 «Portugal + Igual».

AF_CIG_ViolDomestica_A4

 

Read Full Post »