Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Junho, 2011

Agora que o verão está à porta todos queremos ter cuidado extra com a nossa aparência e, por consequência, com a nossa saúde. Um excelente exercício para te sentires em forma é caminhar: simples, eficiente e fácil de praticar por toda a família. Não precisas de grandes investimentos já que um par de sapatilhas e roupa confortável chegam para que consigas acompanhar o “ritmo” deste exercício. Podes escolher o horário que mais se adeqúe ao teu dia-a-dia ainda que os especialistas recomendem as caminhadas bem cedo pela manhã. É uma excelente forma de partilhares tempo com a tua família ou com os teus amigos.

Que tal uma caminhada hoje?

Read Full Post »

As Goji são bagas vermelhas provenientes do Noroeste da China e do Tibete. Embora sejam uma novidade na cozinha Ocidental, os chineses conhecem estas bagas há milhares de anos. Das cerca de 8000 ervas e alimentos que fazem parte da Medicina Tradicional Chinesa, as Goji são consideradas a erva/alimento mais importantes. Contribuem para uma vida alegre, energética e saudável. São muito saborosas, fáceis de incorporar no dia-a-dia e concentradas em nutrientes, não admira que estas pequenas bagas sejam um fenómeno extraordinário de sucesso por todo o mundo. Podes comprar Goji em qualquer supermercado a preços bastante acessíveis. Devem ser comidas antes do pequeno-almoço e não deves ultrapassar as quinze bagas por dia.

Conselho da semana: experimenta as bagas Goji! Viverás mais e com mais qualidade.

Read Full Post »

Durante o 2º e 3º períodos, as turmas do 7º ano tiveram sessões sobre hábitos alimentares em sala de aula dinamizadas por Rute Sá Azevedo, nutricionista do SNA da ULSAM, EPE,  Ana Coelho, estagiária de nutrição,  Marisa Alexandra Fernandes do Rego e Juliana Silva Oliveira, alunas do  curso de Ciências da Nutrição da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto (FCNAUP).

A realização desta actividade teve a colaboração dos docentes das áreas curriculares disciplinares e áreas curriculares não disciplinares com tempos lectivos destinados à implementação do projecto da educação e promoção da saúde da turma.

Read Full Post »

A equipa da Promoção e Educação para a Saúde deste Agrupamento solicitou à  Unidade de Saúde Local do alto Minho um protocolo de parceria no sentido de optimizar um projecto que  fizesse uma intervenção na promoção de hábitos alimentares saudáveis. Procura-se com este projecto desenvolver estratégias de aplicação continuada, uma vez que são com essas que nos parecem garantir maiores repercussões nos ganhos de saúde da população.

Um dos objectivos deste projecto é colaborar no diagnóstico de situação alimentar da população escolar e verificar a qualidade dos alimentos e das refeições servidas no refeitório e no bufete das escolas do Agrupamento. Durante a primeira fase do projecto, foi dada  formação aos  técnicos envolvidos no projecto com ajuda de nutricionista do Projecto P0DE e ainda acompanhar a elaboração/ verificação das refeições nas escolas.

Read Full Post »

Durante este período, os alunos do 9º ano  tiveram sessões de sensibilização, em sala de aula, sobre violência nos afectos: no namoro e na família, dinamizadas por técnicas da Associação Recomeçar que vieram esclarecer-nos acerca de alguns aspectos sobre a violência doméstica Foi muito interessante descodificar alguns mitos que existem sobre a violência no namoro e na família, como “entre marido e mulher ninguém mete a colher”, que dão ao acto de violência entre o casal um cariz privado, quando este é um crime público que todos nós temos a obrigação de denunciar.
Embora haja também violência contra os homens e crianças, o maior número de casos continua a ser a violência contra as mulheres.

A Equipa da Saúde aproveita para agradecer  a disponibilidade e  o apoio da Drª Maria José Rego, elemento da Associação de Pais, que, em nome desta, se disponibilizou para contactar a Associação Recomeçar  no sentido de trazer à escola esta actividade que foi do agrado dos alunos e professores que assistiram.

Read Full Post »

No passado mês de Maio, a equipa da Saúde trouxe à escola uma sessão de sensibilização sobre a problemática da Interrupção Voluntária da Gravidez, dinamizada pelo Dr. Humberto Faria do Instituto Português da Juventude de Viana do Castelo.

Esta actividade foi planeada para todos os 9º anos para ser dinamizada em  sala de aula, porém por falta de disponibilidade de meios, o Instituto da Juventude só pôde dinamizar uma sessão de 90 minutos, pelo que só as turmas do 9º B e 9º E  puderam assistir a esta sessão que decorreu na Biblioteca da escola.

A temática foi abordada de forma simples, clara e concisa, de modo a todos os alunos enriquecessem os seus conhecimentos sobre sexualidade, nomeadamente o Conhecimento das taxas e tendências das interrupções voluntárias de gravidez, suas sequelas e respectivo significado e Compreensão da noção de parentalidade no quadro de uma saúde sexual e reprodutiva saudável e responsável.

No final da sessão, os alunos viram esclarecidas as suas dúvidas em relação à temática.

A sessão decorreu nos tempos lectivos  de Área de Projecto de cada uma das turmas e fazia parte das várias actividades integradas nos projectos turmas no âmbito da “Educação para a Sexualidade”.

 

Read Full Post »

Que rica maçã!

Estudos científicos têm demonstrado que o consumo regular de maçãs ajuda a retardar o envelhecimento da pele, protegendo-a dos raios solares. A fruta é rica em fibras o que reduz o risco de cancro e torna o sistema imunitário mais jovem.

Uma pesquisa da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, garante que, para prevenir o cancro, comer uma maçã  com casca tem o mesmo poder de arrasar os temidos radicais livres que 30 copos de sumo de laranja (63 calorias em cem gramas!).
A maçã é excelente para prevenir e manter a taxa de colesterol em níveis aceitáveis. Tal efeito é devido ao alto teor de pectina, encontrada na casca. Também tem um efeito acentuado para emagrecimento, pois a pectina dificulta a absorção das gorduras e da glicose. O alto teor de potássio contido na polpa da maçã faz eliminar o sódio excedente, eliminando o excesso de água que o corpo retém.

Conselho da semana: comer maçãs!

Read Full Post »

A alimentação nos adolescentes deve sustentar o crescimento, promover a saúde e ser agradável. Durante a adolescência, existem várias alterações de natureza fisiológica e hormonal que afectam as necessidades nutricionais, tal como um crescimento rápido e ganhos de massa muscular e óssea. Cerca de metade dos adolescentes não comem quantidades suficientes de fruta, legumes de cor verde, como brócolos, couve ou espinafres, ovos ou tomates, comprometendo assim gravemente a sua alimentação. A deficiência em ferro é uma das deficiências mais comuns, e os adolescentes são um dos grupos de maior risco – cerca de 13% dos adolescentes têm reservas de ferro baixas. O rápido crescimento, em complemento com um estilo de vida acelerado e escolhas alimentares pouco saudáveis podem resultar em deficiências de ferro ou anemias. Cerca de 25% dos adolescentes ingerem cálcio em quantidades inferiores às recomendadas, com implicações sérias no futuro, em particular na saúde óssea. A osteoporose é uma doença óssea que torna os ossos finos e quebradiços. Os ossos continuam a crescer a ganhar massa até aos 30 anos de idade – com o período da adolescência a ser o período mais importante em todo o processo. A vitamina D, cálcio e fósforo são vitais para que este desenvolvimento decorra dentro da normalidade. As doses diárias recomendadas de cálcio para adolescentes variam entre os 800mg a 1,000 mg por dia.

Conselho da semana: atenção à tua dieta alimentar!

Read Full Post »

A anorexia é representada por uma distorção na maneira como o indivíduo avalia a forma, peso e tamanho de seu corpo (imagem corporal). Somado à distorção de imagem corporal, há o medo de engordar e recusa alimentar. Para perder peso, o adolescente submete-se a longos períodos de jejum ou restrição alimentar, pode usar inibidores de apetite, laxantes e diuréticos e actividade física pode ser excessiva. Há uma perda de peso importante, geralmente maior que 15% do peso ideal.

A bulimia apresenta vários aspectos semelhantes aos da anorexia, como distorção de imagem corporal e um grande medo de engordar. Os métodos mais comuns utilizados para perda de peso são a indução de vómitos, uso de laxantes, diuréticos e inibidores de apetite, geralmente após um episódio exagerado de alimentação. Os bulímicos apresentam peso normal ou discretamente acima do normal. A prevalência na população geral pode chegar a 4%.

É uma das grandes preocupações de muitos jovens e de todos aqueles que os acompanham, médicos, professores e familiares. O adolescente deve estar atento a sinais de alerta junto dos seus amigos, uma intervenção precoce pode evitar graves danos físicos e emocionais na vida de um jovem.

Read Full Post »

Durante o 2º e 3º períodos, a enfermeira Maria do Carmo Pina, que presta serviço voluntário no Gabinete de Apoio ao Jovem, dinamizou, junto dos alunos do 8º ano e duas turmas do 9º ano sessões de esclarecimento sobre Métodos Contraceptivos no âmbito da temática Educação Sexual e Reprodutiva, actividade prevista nos projectos turma de educação para a saúde e sexualidade. Estas sessões decorreram em contexto de sala de aula e tiveram a duração de 90 minutos por turma. Nestas, os alunos tiveram oportunidade de esclarecer as suas dúvidas relativamente aos métodos contraceptivos, bem como ter o contacto directo com muitos deles, preservativo, selo, pílula e a pílula do dia seguinte. Apelando à necessidade de os jovens se protegerem e centrando-se, em particular, no uso do preservativo como o único método contraceptivo que previne as doenças sexualmente transmissíveis, alguns jovens mostraram-se interessados em demonstrar como se coloca o preservativo com a ajuda e esclarecimentos por parte da enfermeira. A enfermeira Maria do Carmo Pina, durante a exposição, foi “cativando a atenção dos jovens” apresentando “exemplos de vida” do seu quotidiano como mulher e como técnica de saúde. Os alunos envolvidos mostraram agrado pela iniciativa, sobretudo a importância dos conteúdos, a utilidade das metodologias e materiais utilizados, a forma como a sessão foi desenvolvida pela enfermeira, a linguagem utilizada, a duração da sessão, a contribuição da sessão para o seu enriquecimento pessoal e o esclarecimento relativo ao tema.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Read Full Post »

Older Posts »